Estela de granito de grandes dimensões, com o topo arredondado. Na parte superior, decoração de rosácea de seis braços, separados por botões estilizados, tudo inscrito num círculo entrançado. Sob o campo epigráfico, painel rectangular com decoração de guilhoché; dos dois lados do campo, lanças apontadas ao alto com 'spiculum'. Campo epigráfico dentro de uma cartela em forma de 'tabula aenea'.
O monumento ricamente decorado traduz mais do que o estatuto do liberto, o do seu patrono que deveria ser cidadão romano. A decoração, associada ao nome 'C.Iulius', sugere um meio indígena, tornado romano por intermédio do serviço militar.
Esta estela encontrava-se partida em três partes, com mutilação no lado esquerdo da parte central e incompleta na parte inferior, tendo sido alvo de restauro no Museu.

Leitura:
C(aius) IVLIVS
[P]INTAMI
LIBERTVS
PVDES
H(ic) S(itus) E(st)

Tradução:
Aqui jaz Caius Iulius Pudens, liberto de Pintamus.

Dimensões: Alt. 189 cm / Larg. 47 cm / Esp. 15 cm
Inv. Nº 1992.1902
Localização: Sala 4 - Morte