O seu navegador necessita de suporte Javascript para esta funcionalidade. Museu D. Diogo de Sousa - Bracara Augusta - Espaço Urbano
23 de Maio de 2017
Utilize as teclas de atalho Alt+2 para navegar para a área de pesquisa do sítio web.
Utilize as teclas de atalho Alt+1 para navegar para a área de conteúdos do sítio web.

Bracara Augusta - Espaço Urbano

Vitrina com maqueta de possível reconstituição das Termas romanas do Alto da Cividade, em Braga.As intervenções arqueológicas realizadas em Braga, desde meados da década de setenta, proporcionam um melhor conhecimento da organização da cidade romana de Bracara Augusta.
Alguns desses vestígios da ocupação romana foram integrados na malha urbana actual sendo visitáveis.

  • A cidade de Bracara Augusta foi fundada de raíz, no centro do território dos bracari, que controlavam a região entre os rios Neiva e Ave. A sua fundação poderá datar de 16-15 a. C., tendo sido a única cidade criada pelo imperador Augusto no actual território português a norte do Douro.
  • A zona nobre de Bracara Augusta estendia-se pela actual colina do Alto da Cividade. Na zona mais elevada situava-se o forum administrativo, centro monumental da vida política, religiosa e cultural da cidade.
    Admite-se ter existido, também, um forum comercial nas imediações da actual Sé Catedral, provavelmente associado a um templo dedicado à deusa Isis.
  • A Casa das Carvalheiras constitui o exemplo mais elucidativo da arquitectura urbana privada de Bracara Augusta. Situada nas proximidades do forum, esta casa foi construída na época flávia (69-96), tendo sido remodelada na primeira metade do século II e em finais do século III / inícios do IV, supondo-se que tenha sido abandonada no século V.
  • Recomende este sítio web