VESTIDO - Stola
A stola era uma peça de vestuário exclusiva da mulher – uma espécie de vestido comprido, apertado acima da cintura. Esta peça de vestuário era, frequentemente, combinada com um manto e complementada com jóias.
A vestimenta feminina foi aquela que mais evoluiu, atingindo um nível de refinamento acentuado. Na época clássica, era sobretudo a roupa das mulheres que tinha uma gama mais variada de cores e uma riqueza de enfeites reveladora do gosto e do poder económico de quem a possuía.
Os tecidos, as cores, a decoração e ornamento dos mantos distinguiam as mulheres das diferentes classes sociais. Os tecidos mais valiosos eram a seda e o algodão. As cores mais difíceis de obter eram o azul, o vermelho, o verde água e o amarelo açafrão, enquanto as mais vulgares seriam a cor natural (amarelado e cru) ou cinzento. Na decoração dos tecidos, a cor púrpura e o ouro eram os elementos mais apreciados. Os tecidos bordados, sobretudo com motivos florais, de plantas ou de animais, eram também muito cobiçados.